terça-feira , 12 dezembro 2017
Capa » Saúde Integral » Sustentabilidade e Alimentação: Há alguma relação?

Sustentabilidade e Alimentação: Há alguma relação?

A Sustentabilidade é uma meta das Corporações responsáveis, bem como pauta diária dos jornais (por exemplo: efeito estufa, catástrofes ambientais). Refere-se à perpetuação dos recursos naturais e humanos: uma Empresa sustentável é aquela que consegue realizar seus negócios preservando e respeitando o Meio Ambiente além de respeitar e promover desenvolvimento pessoal e profissional em seus colaboradores; apesar de não ser obcecada pelo lucro, dele desfruta, como uma decorrência natural do processo de sustentabilidade.

Será que a Alimentação se relaciona de alguma forma com este tema?

Originalmente o ser humano se alimentava como os outros seres vivos, isto é, atendia ao seu impulso de fome  coletando alimentos. Com o tempo descobriu que as sementes que descartava, ao se alimentar, brotavam nas imediações de onde vivia, tornando a coleta mais segura e simples. Desta forma descobriu a Agricultura que se constituiu provavelmente na maior revolução da Espécie Humana, isto porque, a atividade de coleta era predominantemente matriarcal enquanto que a posse da terra cultivada evocou a atitude patriarcal da força masculina que defendia o território!

O ponto de vista feminino é muito diferente do masculino principalmente no que tange à inclusão e ao respeito daquela, versus a dominação e a ganância deste. Historicamente, com o passar do tempo, a atividade agrícola propriamente dita, isto é, o cuidado com a terra, passou a ser das mulheres enquanto cabia aos homens caçar e guerrear (para manter o território). Com as sucessões culturais a atividade agropecuária também passou para os homens e estes, ancorados nas convicções religiosas de supremacia do Homem sobre a Natureza, desenvolveram técnicas de manejo que não respeitavam a fauna e flora do solo plenamente vivo.

Foi assim que a agricultura colonial começou a arar e  destruir a vitalidade do solo tropical com o uso do arado que, com sua lamina profunda expõe a frágil biodiversidade do solo tropical ao calor causticante do sol tropical e o esteriliza, tornando necessário o uso de adubos químicos para alimentar as plantas ali cultivadas, já que a complexa rede de seres vivos que fazem a conversão de matéria orgânica em sais minerais para alimentar os vegetais foi exterminada.

Os adubos químicos são incompletos e tornam as plantas deficientes em micronutrientes convertendo-as em ponto de  atração para os organismos que existem nas matas e campos com a função de eliminar vegetais doentes: a agrotecnologia resolveu chama-los de pragas! Ao invés de rever o método de cultivar o solo, desenvolveu os Agrotóxicos para acabar com as pragas!

O resultado deste processo é um alimento microdesnutrido e intoxicado que, consumido, leva ao surgimento de um estado de desvitalização e desmotivação para a vida que, só recentemente, foi identificado pela Medicina Ortomolecular como sendo o resultado da carência de micronutrientes por um lado e do acumulo de substancias tóxicas decorrentes diretos ou indiretos do uso dos Agrotóxicos.

Somente os alimentos produzidos num solo plenamente vivo, com rica biodiversidade, são capazes de nutrir plenamente um ser Humano em sua complexidade bio-psico-espiritual.

Por outro lado, nossa cultura ocidental, valoriza a aparência, a vaidade, a imagem que alguém expressa! Por pertencermos a uma espécie fundamentalmente social, precisamos nos sentir aceitos, pertencentes, e  chegamos a abrir mão de nossas verdadeiras necessidades para atendermos às expectativas alheias, na tentativa de agradar e sermos aceitos. Para tanto nos ancoramos em conceitos de como devemos ser, de como devemos comer negando ou anulando nossas senso-percepções (olfato, sabor, aspecto visual) que deveriam guiar nossas escolhas alimentares e  de vida!

Desta forma, desgarrados do fluxo da vida, ficamos a mercê das modas, consensos técnicos, etc.

A sustentabilidade se ancora na senso-percepção que conduz ao respeito e à compreensão profunda de si mesmo e do outro. Só através da sensibilidade nos reconectamos com o Todo de que somos parte integrante e voltamos a pulsar com Ele. 

O alimento é sem dúvida um importante elo desta reconexão, este aspecto é muito bem valorizado na Medicina Ayurvédica, que trata pela alimentação individualizada.

Ar, Água e Luz são as bases da produção vegetal, que converte informações cósmicas em alimento, através da ação da biodiversidade do solo plenamente vivo. É desta complexa Alquimia que acontece no âmago das plantas ancoradas na diversidade biológica do Solo Vivo, que nossa alma se alimenta.

Em parte devemos o fenômeno da obesidade, que assola nossa espécie, ao vazio dos alimentos produzidos em solos mortos! Uma pessoa se entope de muito alimento pobre de informação vital para obter o mínimo que sua alma necessita!

As monoculturas realizadas em áreas desmatadas reduzem drasticamente a riqueza  nutricional dos alimentos. Este fenômeno é bem estudado nas matas da Índia onde as comunidades de orientação matriarcal conseguem obter das matas intactas recursos indispensáveis para a sustentabilidade das comunidades, gerando bem viver com saúde e qualidade de vida nas pessoas em todas as idades!

Quando as matas são exploradas comercialmente visando apenas a madeira de interesse econômico, ocorre uma gradual decadência das comunidades do entorno gerando um déficit social e ambiental que não é computado na apreciação do modelo comercial de exploração. O resultado final é uma prática insustentável de silvicultura, principalmente quando espécies nativas adaptadas e selecionadas naturalmente pelas comunidades seculares são descartadas e substituídas por aquelas de interesse comercial!

O Alimento produzido com respeito à biodiversidade em solos plenamente vivos se constitui no elo fundamental de sustentabilidade planetária como se compreende com a exposição acima.

Fonte: Fernando Bignardi

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE