terça-feira , 12 dezembro 2017
Capa » Política » Capitalismo Cibernético versus Analfabetismo e a Fome Mundial

Capitalismo Cibernético versus Analfabetismo e a Fome Mundial

asterorideO pragmatismo americano é realmente incrível! A NASA apresentou um projeto para coletar asteroides no espaço e colocá-los na orbita da Lua para, posteriormente, poder servir de matéria prima para a indústria da mineração. Com apoio do governo Barack Obama, este projeto receberá um investimento de U$ 100 Milhões de dólares, somente para tirá-lo do papel.

Leia a reportagem na integra.

Sob a bandeira do lucro e do progresso, o governo americano mais uma vez vira as costas para o resto do mundo. O Capitalismo, realmente, se supera quando o assunto é encontrar alternativas para à continuidade do consumo exagerado, imposto pelo modelo consumista americano.

Na Contramão

O falta de alfabetização Mundial, na contramão desse modelo de Capitalismo Cibernético, conta com quase 800 milhões de pessoas analfabetas no mundo, segundo dados da Unesco. No Brasil, segundo o último Censo, realizado pelo IBGE, mais de 14 milhões de pessoas são analfabetos.

A fome no mundo, segundo uma pesquisa recente (2010) sobre o índice Mundial da Fome, produzido pela International Food Policy Research Institute, cerca de um bilhão de pessoas passam fome, levando em consideração o limite estabelecido pela ONU, que são 1.800 quilocalorias por dia.

Amartya Sem, ganhador do prêmio Nobel de 1998, menciona em seu trabalho que a fome, nos tempos atuais, não é produto da falta de alimentos, mas, das redes de distribuição de alimentos e das políticas governamentais no mundo em desenvolvimento.

A fome é a base para destituir a razão como forma única de levar o Ser Humano a felicidade, pois, a meu ver, não existe razão para que haja fome, pois alem da desnutrição, a fome promove causas sociais maléficas, tais como: Instabilidade política, Ineficácia e má administração dos recursos naturais, Guerra, Conflitos Civis, Utilização da “diplomacia dos alimentos” e muitos outros mais.

Já que os americanos acreditam que são os donos do Universo, poderiam olhar para esses números e investir um pouco aqui na Terra. Vocês não acham?

Por Renato Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE