quarta-feira , 13 dezembro 2017
Capa » Saúde Integral » Ecologia Comportamental

Ecologia Comportamental

Segundo Joseph O´Connor, denominamos Ecologia como uma preocupação e exploração das conseqüências gerais de seus pensamentos e ações na teia geral de relacionamentos na qual você se define como parte.

Você checa se o que parece ser uma boa mudança em uma parte do sistema não vai causar problemas em outras áreas, pois, muitas mudanças pessoais e organizacionais fracassam porque o limite do sistema é estabelecido de forma demasiada estreita e os resultados acabam sendo grandes dores de cabeça.

Todas as ações têm conseqüências alem de seu contexto especifico e, também, como ondas pensamento de possibilidades não realizadas que podem ser recebidas por quem estiver nesta freqüência.

Ecologia Interna é como os diferentes pensamentos e sentimentos de uma pessoa se encaixam para torná-la congruente ou incongruente. Sua ecologia mental é refletida pelos seus pensamentos, emoções e comportamento.

Para verificar a ecologia interna, pergunte-se a si mesmo:

“Quais as conseqüências da minha ação?”
“O que perderei se fizer esta mudança?”
“O que terei que fazer a mais?”
“Vale a pena?”
“O que ganharei se fizer essa mudança?”
“Qual o preço de fazer essa mudança; será que estou disposto a paga-la?”
“Como posso satisfazer os meus valores ao fazer esta mudança?”

Qualquer incongruência será percebida através do canal sinestésico, observaremos alterações bioquímicas ocorrerem. A frase clássica que representa a incongruência é “Sim, mas…”; “Não, mas…”.

Analisando os sinais que são emitidos e a observação da linguagem intrapessoal que está sendo utilizada, podemos repensar nossos objetivos e resultados. Essa indicação intuitiva indica que a mudança não é totalmente ecológica, ou seja, preste mais atenção em suas intuições e em seus sentimentos de incongruência.

A Ecologia Externa é somente uma outra maneira de analisarmos nossas mudanças que fazem parte de um sistema maior. Verificar a ecologia externa é examinar como o seu resultado afetará outras pessoas que são importantes na sua vida. Pergunte-se:

“Como sua mudança as afetará?”
“Vai contra algum de seus valores?”
“Isso é importante?”
“Como reagirão?”

Tudo que fazemos na vida é para preenchermos uma ou mais de nossas necessidades e para isso escolhemos veículos para satisfazê-las, essa escolha é nossa graças a faculdade do Livre Arbítrio.

Ao experimentarmos as situações que ocorrem nos contextos que escolhemos viver, nem sempre estamos satisfeitos com os resultados, pois, nem sempre escolhemos o melhor veiculo para satisfazê-lo.

Para compreendermos o conceito de veiculo podemos classificá-los em classes A, B, C e D, conforme tabela abaixo:

CLASSE A CLASSE B CLASSE C CLASSE D
Dá prazer Não dá prazer Dá Prazer Não dá prazer
É bom para você É bom para você Não é bom para você Não é bom para você
É bom para os outros É bom para os outros Não é bom para os outros Não é bom para os outros
Serve ao bem comum Serve ao bem comum Não serve ao bem comum Não serve ao bem comum
Ex: Caridade Ex: Dieta Ex: Drogas Ex: Doenças

Para conseguirmos realização em nossa vida devemos observar a ecologia de nossas decisões para formar nosso projeto de vida.

A formação de pensamentos e as ações que viabilizam a realização dos nossos objetivos virão mais rápidos se nossas necessidades forem atendidas, em sua maioria, com veículos classe A.

Renato Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE